We provide chemical products using organic synthetic technology, inorganic synthetic technology and biotechnology.

Our specialties are functional materials, dyestuffs and dyeing aids, organic acid and inorganic chemicals.
SHOWA KAKO CORPORATION » Apresentação dos projetos » Pesquisa e Desenvolvimento (Tecnologia de base)

Pesquisa e Desenvolvimento (Tecnologia de base)

Base tecnológica (pesquisa e desenvolvimento)

Tecnologia de extração

Nós somos a única empresa no Japão que produz o L-ácido tartárico a partir de produtos naturais.  Utilizamos como ingrediente o argol, produzido na fomentação do vinho, para extrair o corpo bruto do ácido tartárico pela nossa própria tecnologia.  Como a extração original contém uma quantidade de metais naturais, refinamos o produto por repetir a dissolução e a filtração e combinar adequadamente o ácido e o álcali.  O ácido tartárico assim obtido é oferecido diretamente para os clientes, assim como o induzimos também para outros sais pelo contra-íon.  Aproveitamos esta tecnologia do contra-íon para produzir o lactato de alta pureza.

     

Tecnologia de síntese orgânica

Utilizamos tecnologias de síntese meticulosa e escalável de azoderivados, desenvolvidas na fabricação de colorantes, e compostos heterocíclicos, entre outros o esqueleto de tiazol e imidazol, para criar produtos de química fina, por exemplo intermediários farmacêuticos, materiais fotossensíveis para a impressão na pantalha e pigmentos de duas cores.

     

Também é uma característica nossa a produção em base destes materiais.  Podemos sintetizar o derivado de triazina pela substituição nucleofílica aromática a partir de cloreto cianúrico, assim como o derivado de imidazol a partir de dissulfeto de carbono (CS2), e também produzir cloreto ácido usando cloreto de tionilo (SOCI2), entre outros.

       

Colaboramos com a academia para pesquisar novos materiais fluorescentes utilizando a tecnologia de síntese de materiais fotossensíveis para a impressão na pantalha.  Estes compostos têm a característica de ser muito solúveis, e foram desenvolvidos para a pigmentação de seres vivos.  O resultado é já apresentado como artigo acadêmico [1] e patente [2].

[1] Onishi, S.; Suzuki, Y.; Ano, H.; Kawamata, J. Bull. Chem. Soc. Jpn. 2020, 93, 1226-1233.

[2] Kawamata, J.; Suzuki Y.; Onishi, S.; Koga, S.;, Ano, H., 2021, Patente publicada 2021-85022

       

Tecnologia de síntese inorgânica

Na Shôwa Kakô, S.A., produzimos metal nu de estanho, vários compostos inorgânicos de estanho e vários compostos de titânio, entre outros.

Estes materiais são utilizados para produtos eletrônicos, condutores, revestimento e cerâmicas, entre outros, e estamos desenvolvendo novos fins também.

        

●tecnologia de desmetalização

Requer-se um altíssimo nível cada vez ainda mais alto de pureza para os materiais utilizados nas indústrias eletrônicas.  A Shôwa Kakô, S.A., produz o EL-ácido orgânico, utilizado como detergente na produção de semicondutores.  A clave é a captação de metais pela quelação pelo ácido tartárico ou ácido cítrico, entre outros.  Existem critérios muito estritos na quantidade de metais contidas para ser utilizado na indústria eletrônica.  Instalamos três dispositivos para fabricar água desionizada para adaptar-nos à exigência, quitando metais desnecessários pela resina de troca iônica.  O nosso forte, além da tecnologia, é a capacidade de produzir o ácido orgânico que será o material para esta produção.

        

Usinas/laboratórios intermediários que apoia pesquisas e desenvolvimentos

Há duas usinas/laboratórios intermediários que apoiam pesquisas e desenvolvimentos e estabelecem tecnologias para industrializar vários produtos.  A primeira usina e a segunda foram construídas em 1985 e 1989, respectivamente.  Estas usinas contam com instalações e maquinárias que permitem produzir quilos ou toneladas por mês, e cada ano estamos tentando de reforçar essas capacidades produtivas.

       

Atenção ao meio ambiente e à segurança

Nós utilizamos vários materiais, entre eles não poucos precisam de tratamentos meticulosos como cloreto cianúrico ou dissulfeto de carbono.  Vamos continuar comprometendo-nos a prestar atenção para a nossa comunidade e os nossos vizinhos a partir da etapa de pesquisa, além de conseguir segurança dos empregados no meio laboral durante a fabricação.

PAGE TOP